Mais ZoomMenos Zoom

Cisão de Mim

quarta-feira, 27 de abril de 2011


Por Ledha Mendes

Eu quero arrancar você de mim.
Escoar em minha carne rasgada
as marcas, o cheiro, as lembranças, o amor.
Trazer a mim minha alma resgatada.

Eu quero arrancar de uma só vez
todas as lágrimas que ainda terei que verter;
os sonhos, as lutas, as renúncias, e o talvez.
Esquecer que és parte meu ser.

Quero sorver o cálice amargo da cisão.
Não mais ter que perdoar, desculpar, amar-sofrer.
Sufocar o grito agoniado do meu coração,
e sentir sob o sol cálido a supremacia de renascer.

Vai, mesmo que leves contigo minha identidade,
meu sorriso mais espontâneo, o brilho de meu olhar.
Deixa o que resta de mim embriagar-se na liberdade
de um voo solitário e sem par.






0 comentários :

Postar um comentário

NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE NAMASTE